21 de ago de 2007

Não pergunte

Estou começando a entender os ingleses. Sempre que precisar de algo, não pergunte. Afirme. Hoje no trem, um senhor com ticket errado. Se fosse eu, teria que falar, e falar e falar, e inventar mil desculpas. O senhor só disse: já reportei que estou no trem errado. A coletora de tickets sorriu e disse ok. OK????? Mas ele estava com o ticket ERRADO MINHA SENHORA! Se fosse eu... você ia me dar sermão ou multa, ia não minha senhora...?

Na biblioteca de Manchester, peço para entrar. Não pode, tá fechado até as duas. Vou no quarto andar, diz o outro, claro, por aqui.... O QUE???? Entrou, entrei, entramos...

Então, o jeitinho inglês é: não pergunte. Afirme. Vem sempre uma pergunta depois de sua afirmação, mas aqui, quem pergunta perde. Então, afirmo, escuto pergunta, jogo ganho... vou testar mais minha teoria e conto depois.

Tenho onde ficar, estou começando a ver aps para janeiro... vi uma casa de quatro andares. Quatro andares? No Brasil isso é mansão, aqui, não sei descrever... No subsolo cozinha, no térreo sala, no andar de cima quarto e no outro outro quarto. Ap fitness. Use e terás perninhas de Roberto Carlos. Já imaginou? Você sai do banho (desce) abre a porta (sobe) se troca e (desce) vai dar oi para visita. Ela pede um copo d'água (desce, sobe) e depois pede para ver foto (sobe, sobe, tá no quarto de visitas, desce, desce).
Tem coisa nova, tem coisa de um andar só, vai aparecer, tenho tempo.

Começa a esfriar aqui. Um ventinho chato, eu estou der bermuda (claro) mas botei uma manga longa (o que estará acontecendo com esse menino?). André vem me visitar no Domingo, dia 3 devo visitar minha sogra na Espanha. Eta vida besta. O dinheiro é curto enquanto não entrar quantia nova, mas vai-se indo. Laura fez escova no cabelo, está linda.

Olha, e se quiser falar comigo, não pergunta: liga (pelo skype ou msn....). Fabro

Nenhum comentário: