29 de ago de 2007

Londres-Leeds


Estive ausente por motivo de força maior: o André tava com gripe e eu me mandei para Londres para ver ele melhorar (mentira, fui passear mesmo). Deixa eu explicar uma coisa: tudo na Inglaterra tem truque. fui comprar passagem de ônibus antecipada, ia pagar 10 pounds. Não tinha impressora para imprimir o bilhete, fui comprar na hora. Chego 6 horas da manha lá e ninguém sabe nada, até que chega o motorista: morri com 18 pounds... ônibus ruim, apertado, mas com velinha simpática para conversar do lado. Ai você se pergunta: cadê o truque? oras... voltei com outra empresa, uma Gol da vida, e paguei 6 pounds (podia ter pago 2 se comprasse com antecedência de verdade). Divertido não? Mas até aprender, paga-se.

No sábado passado saímos, e viramos a noite. Isso é possível de se fazer aqui mas com uma condição: tem que trocar de bar sempre porque eles vão fechando. Fomos primeiro num rockão indie da vida, saímos e fomos para um bar cubano... muita salsa, quente. Espero laura para ir para pista, vai ser divertido. Saímos e fechamos a noite num pub italiano. Aqui todos vão em vários bares na mesma noite, então dizem que isso é normal... tava quente, mas se tiver com neve, sei não como faria.

Em Londres faz sol, fez sol, tava lindo. Conheci o trabalho do André, a casa do André, enfim, sei tudo sobre o André. Pode perguntar que eu respondo. Ele tá bem. De mau-humor (congênito) mas é um mau-humor do bem.

Meu orientador some. Anda sumido, quem deu doriu para ele? Sei não. Isso estressa um pouco, mas enfim, deve fazer parte... saudades de Afonso.

Fabro

Nenhum comentário: