31 de jan de 2009

Video fabro!

Eu ia no jogo

Andre e serginho me convidaram para ir no jogo do brasil. topei, compramos ingresso e tudo mais, mas devido a acontecimentos recentes, vamos nao... mas quem queria ver o jogo do brasil, quando na verdade, o brasil mesmo nao esta jogando mais?

olha a lista de jogadores abaixo, veja a convocação da seleção para o jogo contra a Itália (da uma olhada onde eles jogam...);

Goleiros
Júlio César (Inter-ITA)
Doni (Roma-ITA)

Laterais
Maicon (Inter-ITA)
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Marcelo (Real Madrid-ESP)
Adriano Correia (Sevilla-ESP)

Zagueiros
Lúcio (Bayern de Munique-ALE)
Juan (Roma-ITA)
Thiago Silva (Milan-ITA)
Luisão (Benfica-POR)

Meio-campistas
Gilberto Silva (Panathinaikos-GRE)
Josué (Wolfsburg-ALE)
Anderson (Manchester United-ING)
Felipe Melo (Fiorentina-ITA)
Elano (Manchester City-ING)
Júlio Baptista (Roma-ITA)
Kaká (Milan-ITA)

Atacantes
Ronaldinho (Milan-ITA)
Robinho (Manchester City-ING)
Alexandre Pato (Milan-ITA)
Adriano (Inter-ITA)
Amauri* (Juventus-ITA)

pps: lau esta bem, deve fazer a nova revisao dos 30 em breve...

28 de jan de 2009

E tudo acontece em leeds...

Robinho é preso acusado de abuso sexual no Reino Unido

da Folha Online

Atualizado às 01h18.

O craque da seleção brasileira Robson de Souza, o Robinho, foi preso nesta terça-feira (27) em uma investigação sobre crimes sexuais no Reino Unido. Ele foi acusado de abusar sexualmente de uma jovem em uma boate de Leeds (norte), há pouco mais de uma semana.
Reprodução
Jornais britânicos destacaram a prisão: "Robinho preso por estupro", diz o "The Sun"
Jornais britânicos destacaram a prisão: "Robinho preso por estupro", diz o "The Sun"

De acordo com a rede de TV BBC, o jogador foi levado para prestar esclarecimentos à polícia e foi liberado após o pagamento de fiança. À polícia, Robinho, 25, negou as acusações, afirmou seu porta-voz Chris Nathaniel.

"Ele nega veementemente todas as acusações e disse que está feliz em poder cooperar com a polícia quando for solicitado", disse o Nathaniel ao tabloide "The Sun". A polícia de West Yorkshire (condado do qual faz parte a cidade de Leeds) confirmou que um homem foi detido ontem por ligação com o crime na casa noturna, em 14 de janeiro.

O Manchester City, clube pelo qual Robinho joga no país, ainda não se pronunciou sobre o assunto.
22.nov.08-Jon Super/AP
Robinho festeja com os companheiros o gol marcado com a camisa do Manchester City
Robinho festeja com os companheiros o gol marcado com a camisa do Manchester City

Segundo o jornal "The Times, que também noticiou o caso, a polícia planejava deter Robinho durante o período de treinamentos do Manchester City neste mês, mas foram surpreendidos com a viagem inexplicada do jogador ao Brasil.

O caso gerou uma multa de 200 mil libras (cerca de R$ 644 mil) ao craque e a suspeita de que ele poderia deixar o clube. Ele deve voltar a jogar pelo clube nesta quarta-feira.

Em setembro do ano passado, o ex-santista se transferiu do Real Madrid (Espanha) para o Manchester City após uma transação R$ 100,73 milhões --que faz dele o jogador com o passe mais caro do Reino Unido.

26 de jan de 2009

E as pessoas reclamam...

Olha os novos pontos da constituicao da bolivia...e as pessoas ainda reclamam....

Questão indígena

Mais de 80 dos 411 artigos da nova Constituição proposta pelo governo tratam da questão indígena no país. Pelo texto, os 36 "povos originários" (aqueles que viviam na Bolívia antes da chegada dos europeus), passam a ter participação ampla efetiva em todos os níveis do poder estatal e na economia.
Marisela Murcia-22.jan.09/Reuters
Bolivianos do departamento de Santa Cruz estendem bandeira em defesa do "não" à Constituição defendida pelo presidente Morales
Bolivianos do departamento de Santa Cruz estendem bandeira em defesa do "não" à Constituição defendida pelo presidente Morales

Se a nova Carta for aprovada, a Bolívia passará a ter uma cota para parlamentares oriundos de povos indígenas, que também passarão a ter propriedade exclusiva sobre os recursos florestais e direitos sobre a terra e os recursos hídricos de suas comunidades. Em um de seus pontos mais polêmicos, o texto também estabelece a equivalência entre a justiça tradicional indígena e a justiça ordinária do país.

Cada comunidade indígena teria seu próprio "tribunal", com juízes eleitos entre os moradores. As decisões destes tribunais não poderiam ser revisadas pela Justiça comum. Ao mesmo tempo, em épocas eleitorais, os representantes dos povos indígenas poderiam ser eleitos a partir das normas eleitorais de suas comunidades. Também seria criado um Tribunal Constitucional plurinacional, que teria membros eleitos pelo sistema ordinário e pelo sistema indígena.

Membros da oposição argumentam que os direitos estabelecidos para os povos indígenas dividiriam o país ao criar duas classes distintas de cidadãos.

Terra

A questão da divisão agrária é outro ponto polêmico do texto que será votado. Além de votarem no "sim" ou no "não" à nova Constituição, os eleitores ainda terão que decidir se querem que as propriedades rurais no país tenham limite de 5 mil hectares ou 10 mil hectares.
Dado Galdieri/AP
Bolivianos do departamento de Santa Cruz estendem bandeira em defesa do "sim" à Constituição defendida pelo presidente Morales
Bolivianos do departamento de Santa Cruz estendem bandeira em defesa do "sim" à Constituição defendida pelo presidente Morales

Assim, aqueles que, no futuro, adquirirem uma quantidade de terra maior que a aprovada, poderão perdê-la. Depois de negociações com setores da oposição, o governo decidiu que, no entanto, a medida não será retroativa, ou seja, não afetará os atuais proprietários. Mas há outro ponto que preocupa os fazendeiros bolivianos. O novo texto estabelece que a terra tenha uma "função social", termo considerado vago pelos oposicionistas.

Alguns acreditam que o termo vago pode permitir que o governo confisque terras quando bem entender.

Reeleição

O projeto ainda estabelece a possibilidade de o presidente concorrer a dois mandatos consecutivos, o que é proibido pela atual Constituição. Assim, a aprovação do texto no referendo abrirá caminho para que Morales convoque novas eleições e concorra novamente ao cargo de presidente.

O texto também prevê a instituição do segundo turno em eleições. Atualmente, quando nenhum dos candidatos consegue atingir mais da metade dos votos, é o Congresso quem decide quem será o novo presidente entre os dois mais votados. Também se estabelece a possibilidade da convocação de referendos revogatórios de mandatos.

Divisão territorial

O texto constitucional que passará pelo referendo também muda o mapa político da Bolívia. Embora a atual Constituição do país já estabeleça níveis de descentralização política, o novo texto prevê a divisão em quatro níveis de autonomia: o departamental (equivalente aos Estados brasileiros), o regional, o municipal e o indígena.

Pelo projeto, cada uma dessas regiões autônomas poderia promover eleições diretas de seus governantes e administrar seus recursos econômicos. A oposição alega que isto dividiria o país em 36 territórios e diminuiria as autonomias dos departamentos.

No ano passado, quando o país esteve à beira de uma guerra civil, os principais líderes da oposição a Morales eram os prefeitos (governadores) dos departamentos de Santa Cruz, Tarija, Chuquisaca, Beni e Pando, a regiões mais ricas do país e que poderiam ter seu poder diminuído.

Recursos naturais

Pelo projeto constitucional, os recursos naturais passam a ser "propriedade" dos bolivianos e não mais do Estado, como diz a Constituição atual. Segundo o artigo 349 do projeto, "caberá ao Estado administrar (os recursos naturais) em função do interesse público". O texto também estabelece que recursos como o gás não podem ser privatizados e que recursos energéticos só podem ser explorados pelo Estado.

Recursos hídricos também não poderão ser privatizados e está inclusive proibida a sua exploração por meio de concessão.

Coca

O cultivo da coca, vegetal típico da Bolívia e que pode ser usado para a produção de cocaína, recebe proteção especial no novo projeto constitucional. O texto diz "que o Estado protege a coca originária e ancestral como patrimônio cultural, recurso natural renovável e fator de coesão social".

O projeto também estabelece que a produção, comercialização e industrialização da folha de coca serão regidas por lei.

Política externa

A Bolívia perdeu sua única saída para o mar após a chamada Guerra do Pacífico (1879-84), quando, ao lado do Peru, lutou contra o Chile. O novo projeto constitucional, no entanto, estabelece "o direito irrenunciável e imprescritível sobre o território de acesso ao Oceano Pacífico", o que pode causar desavenças com o país vizinho.

Além disso, o texto estabelece que tratados internacionais sobre temas sensíveis sejam submetidos a referendo e proíbe a instalação de bases militares estrangeiras em seu território.

Religião

O projeto constitucional do governo Morales estabelece que o Estado seja laico e destitui o catolicismo da condição de religião oficial da Bolívia. Mas outros artigos também preocupam a igreja e os católicos do país.

A proposta de Constituição estabelece o "direito à vida", mas sem especificar se ele tem início desde o momento da concepção, o que, para os católicos, pode abrir uma porta para a aprovação do aborto no país. O texto também fala em "direitos sexuais e reprodutivos", mas sem especificar a que se referem.

Isto, junto com uma definição ambígua de "família", pode, segundo os católicos, abrir caminho para o casamento entre homossexuais.

fonte: FSP

24 de jan de 2009

O mauricio enviou...Bush ficou célebre pelas gafes e bobagens que falou

Confira abaixo alguns dos "Bushismos" que se tornaram célebres.

"Eles me mal-subestimaram."
(Bush inventou a palavra 'misunderestimated')
Bentonville, Arkansas, 6 de novembro de 2000

"Não há dúvida de que no minuto em que eu fui eleito, as nuvens de tempestade no horizonte estavam chegando quase diretamente sobre nós."
Washington, 11 de maio de 2001

"Eu quero agradecer ao meu amigo, o senador Bill Frist, por se juntar a nós hoje. Ele se casou com uma menina do Texas, eu quero que vocês saibam. Karyn está conosco. Uma menina do Oeste do Texas, exatamente como eu."
Nashville, Tennessee, 27 de maio de 2004

"Há um século e meio, os Estados Unidos e o Japão formam uma das maiores e mais duradouras alianças dos tempos modernos."
(Bush se esquecendo da Segunda Guerra Mundial)
Tóquio, 18 de fevereiro de 2002

"A guerra contra o terror envolve Saddam Hussein por causa da natureza de Saddam Hussein, da história de Saddam Hussein, e a sua determinação de aterrorizar a si mesmo."
Grand Rapids, Michigan, 29 de janeiro de 2003

"Eu acho que a guerra é um lugar perigoso."
Washington, 7 de maio de 2003

"O embaixador e o general estavam me relatando sobre a – a grande maioria dos iraquianos querem viver em um mundo pacífico e livre. E nós vamos achar essas pessoas e levá-las à Justiça."
Washington, 27 de outubro de 2003

"Sociedades livres são sociedades cheias de esperança. E sociedades livres serão aliadas contra os poucos odiosos que não têm consciência, que matam ao gosto de um chapéu."
Washington, 17 de setembro de 2004

"Você sabe, uma das partes mais difíceis do meu trabalho é conectar o Iraque à guerra ao terrorismo."
Washington, 6 de setembro de 2006

"Ler é básico para todo o aprendizado."
Reston, Virginia, 28 de março de 2000

"Como governador do Texas, eu estabeleci altos padrões para as nossas escolas públicas, e eu cumpri esses padrões."
Entrevista à CNN, 30 de agosto de 2000

"Você ensina uma criança a ler, e ele ou ela ('he or her' em inglês, em vez do correto: 'he or she') vai conseguir passar em um teste de escrita."
Townsend, Tennessee, 21 de fevereiro de 2001

"Eu entendo o crescimento dos negócios pequenos. Eu fui um."
Entrevista ao New York Daily News, 19 de fevereiro de 2000

"É claramente um orçamento. Tem muitos números nele."
Entrevista à agência de notícias Reuters, 5 de maio de 2000

"Eu continuo confiante em Linda. Ela será uma ótima secretária de Trabalho. Do que eu li na imprensa, ela é perfeitamente qualificada."
Austin, Texas, 8 de janeiro de 2001

"Primeiro, deixe-me esclarecer bem, pessoas pobres não são necessariamente assassinos. Só porque você não é rico, não significa que você está disposta a matar."
Washington, 19 de maio de 2003

"Eu não acho que nós devamos ser sublimináveis sobre a diferença entre nossos pontos de vista sobre remédios que exigem prescrição."
(Bush inventou a palavra 'subliminable')
Orlando, Flórida, 12 de setembro de 2000

"Doutores demais estão deixando o negócio. Muitos obstetras e ginecologistas não estão podendo praticar o seu amor às mulheres pelo país."
Poplar Bluff, Missouri, 6 de setembro de 2004

"Seria um erro para o Senado americano permitir que qualquer tipo de clonagem humana saísse daquela sala."
Washington, 10 de abril de 2002

"A informação está em movimento. Você sabe, o noticiário da noite é uma forma, é claro, mas também está se movimentando pela blogosfera e através das internets."
Washington, 2 de maio de 2007

"Eu tenho uma visão diferente de liderança. Uma liderança é alguém que consegue unir as pessoas."
Bartlett, Tennessee, 18 de agosto de 2000

"Eu sou o decisor, e eu decido o que é melhor."
Washington, 18 de abril de 2006

"E a verdade é que muitos relatórios de Washington nunca são lidos por ninguém. Para mostrar como este é importante, eu o li e Tony Blair o leu."
Sobre o relatório Baker-Hamilton, em Washington, 7 de dezembro de 2006

"A única coisa que posso dizer é que quando o governador liga, eu atendo o telefone."
San Diego, Califórnia, 25 de outubro de 2007

"Eu já terei morrido há anos antes que alguma pessoa esperta descubra o que aconteceu dentro do Salão Oval."
Washington, 12 de maio de 2008

"Eu sei que os seres humanos e os peixes podem coexistir pacificamente."
Saginaw, Michigan, 29 de setembro de 2000

"Famílias são onde a nossa nação encontra esperança, onde as asas viram sonhos."
LaCrosse, Wisconsin, 18 de outubro de 2000

"Aqueles que entram no país ilegalmente violam a lei."
Tucson, Arizona, 28 de novembro de 2005

"Isso é George Washington, o primeiro presidente, é claro. O que é interessante sobre ele é que eu li três – três ou quatro livros sobre ele no último ano. Isso não é interessante?"
Washington, 5 de maio de 2006

22 de jan de 2009

Leveram meu cracha

 

Porra, meu pai me deu uma bronca hboje pq eu nao atualizo mais o blog... mas da um tempo, tava de ferias... fui pra bruxelas, pra dortmund, pra amsterdam, pra barcelona, pra tarragona, para alicante, para granada, para marbela, para tangier, para lixus, para rabat, para casabalnca, para marrakesh e voltei...

Fui para la de marrakesh... ta bom, ta bom... aos poucos vou atualizando... fabro
Posted by Picasa