13 de nov de 2007

Ticcolor

Queria aproveitar esse momento para agradecer a Ticcolor, a minha mãe, ao meu pai, ao meu irmão e a mariana. Porque com a ajuda deles, todas as minhas fotos em negativo estão digitalizadas, e agora eu posso postá-las e tê-las comigo. Foram mais de 300 filmes, dois meses de trabalho, alguns dindins e uma ajudinha extra, e aqui está. Não vai ter ordem não, vai ser o'que vier. No momento, curtam chapada dos guimarães, em 2005, com a companhia de Téo e Estrela. http://picasaweb.google.com.br/ofabro/200502ChapadaTeoEstrela0205

Para quem não sabe a história, gostaria de contar como comecei a fotografar. Em 1999 namorava a Aline, que tirava fotos, e estava cursando o primeiro ano da faculdade. A Aline fotografava bastante, emprestei a Yashika dela um dia e gamei. Custei a juntar dinheiro para minha primeira máquina (usada) e negocie pacas com o Tiago, de uma das lojas do centro, para comprar minha Praktika (boníssima lente, feita nos 1970s, pesada pacas). No final do ano fui para os EUA e comprei a Melissa, minha Nikon FM-10 que me acompanhou até este ano, quando a troquei pela Delícia, minha Nikon d40x...

Mas se tem uma pessoa a quem eu dedico minha carreira (sempre paralela, por que não sei) de fotógrafo é minha mãe. foi ela quem sustentou meus primeiros filmes, com uma mesadinha que eu pedi dedicada ao tema. Quem me deu o dinheiro para a primeira nikon, e para a segunda (que falta eu pagar) foi ela também... mãe, um obrigado sem tamanho. Toda essa ajuda mudou minha vida.

Minha primeira peça eu fotografei em Junho, no festival de antonina. Nelson Rodrigues. Amo fotografar teatro desde então. Meu primeiro (e único) prêmio foi com a foto do Inri Cristo, no Sangue Novo, prêmio do sindicato dos jornalistas (mesmo eu sendo publicitário) que foi entregue pelo Mário Messagi em 99 ainda. Tava trabalhando, não fui buscar o prêmio, nem o certificado, mas foi um presente ao meu ego. Essa foto premiada eu posto um dia aqui, e foi feita com câmera da federal, sem pilha no fotômetro... a fotometria foi feita com a câmera do digão, e o resto foi de cabeça.

Continuo contando a história aos poucos. Aqui na sessão de hoje tem chapada dos guimarães, que eu curto com a Laura. Téo e Estrela estavam mochilando pelas chapadas, e ficaram uns dias na casa de jane... e hoje moram juntos, e o téo neste momento, se bem conheço, deve estar com fome. Beijos nos dois.

E laura, linda como sempre, nas fotos... Mari carca, você é minha fotógrafa linda que eu tanto amo. João, digão, roberto, lenise. grato.

fabro, 12/nov/2007
Posted by Picasa

2 comentários:

E.R.L. disse...

ebaaaaaaaa! que bom que o fabrolino voltou a escrivinhá por aqui!!!!
vou vir sempre! saudades muitas!!!!!!

Ju disse...

tua práktica foi para Cuba comigo, huhahuahauhau.
eeeeee!
\o/
hehehe...